Artecola tem nova identidade visual e cria marca única de produtos para América Latina
14.10.21

Artecola tem nova identidade visual e cria marca única de produtos para América Latina

Uma grande mobilização junto às equipes das nove plantas em seis países marca nesta segunda-feira (4/10) o lançamento da nova identidade visual e posicionamento de mercado da Artecola. Resultado de mais de dois anos de pesquisas, estudos e investimentos, a transformação simboliza um novo ciclo de crescimento estratégico da companhia, que reforça seu perfil de empresa Multilatina.

 

O Presidente Executivo, Eduardo Kunst, destaca que a Artecola está em processo contínuo de evolução. “Em nossa história, já vivemos períodos de grandes realizações e outros, de reorganização. Mas cada momento de dificuldade sempre nos levou a fases de grande aprendizado, como esta que vivemos hoje, com uma verdadeira transformação cultural dentro da Artecola. Por isso, decidimos traduzir este momento para o mercado com o mais profundo reposicionamento de marca já realizado na companhia. Estamos levando para fora a grande mudança interna que está acontecendo, e que irá impactar nosso relacionamento com as pessoas de todos os segmentos de contato”, reforça o executivo.

A nova identidade visual marca também a definição de uma marca única para a diversificada linha de produtos da empresa, agora padronizada em toda a América Latina. A marca Afix irá identificar os produtos da Artecola, tanto em adesivos, como em laminados termoplásticos.

 

As duas marcas, institucional e comercial, transferem valor entre si, resultando em uma família de marcas forte, valorada e pronta para o futuro. A energia criativa em expansão é destacada através dos elementos gráficos sobre o ‘A’. Na mesma letra, o frasco de Erlenmeyer ressalta a precisão química.

 

As formas e cores – roxo e coral - completam a transformação, com uma marca mais humana e próxima das pessoas. Ao mesmo tempo robusta, para representar solidez, e com ligações e curvas que simbolizam colaboração e parceria.

 

PLANEJAMENTO - O trabalho para construção da nova identidade, coordenado por um comitê interno especialmente criado para este fim, começou há dois anos. Uma profunda pesquisa de mercado foi aplicada em vários países onde a Artecola atua, executado pela Kantar (uma das maiores empresas do mundo em estudos sobre o comportamento do consumidor). “Com crescimento por aquisições e diversidade de mercados, queríamos entender melhor as necessidades da indústria, dos clientes e dos usuários, seus movimentos e a força das marcas que estavam sob o guarda-chuva da Artecola”, diz Kunst.

 

Desde o início, a ação contou com a importante contribuição da Presidente do Conselho da Artecola, Marise Barroso, executiva que liderou de forma pioneira grandes empresas mundiais. Já para desenhar a estratégia de branding e toda identidade visual, o desafio ficou com a SuperUnion. A agência internacional resgatou ingredientes importantes da história da Companhia para preparar a marca para o futuro, com leveza e muita energia.

 

A campanha de comunicação reforça o novo posicionamento da Artecola: Existimos para catalisar transformação. “Este é exatamente o nosso propósito! Somos uma empresa otimista, flexível, dinâmica e aberta para sempre inovar, inspirando o mercado. No processo químico, a catalisação é um acelerador de reações. É esse o nosso papel como empresa, cocriar com fornecedores, clientes e demais parceiros para promover transformações mais rápidas e impactantes”, ressalta o Presidente.

 

A EMPRESA - A Artecola atua com adesivos, selantes e laminados termoplásticos, desenvolvendo produtos que vão para uma ampla segmentação de indústrias e varejo, desde produção de automóveis e de calçados, passando por construção civil, embalagens e móveis, até o agronegócio. São produtos para inúmeras aplicações, como fraldas, cadernos, roupas, embalagens congeladas, aviários, entre muitos outros exemplos.

 

Recentemente, a empresa foi apontada como a segunda mais internacionalizada do Brasil, sendo a primeira entre as indústrias químicas. O destaque é da pesquisa Trajetórias FDC de Internacionalização de Empresas Brasileiras – Edição 2020-2021, realizada pela Fundação Dom Cabral. O índice da Artecola atingiu 65% - três vezes maior que a média entre todas as 53 participantes - em um cálculo que considera receita, ativos e número de funcionários no exterior. Cerca de 2/3 dos 750 empregos diretos e mais de 60% da receita é proveniente das operações fora do Brasil.

 

Aos 73 anos, a Artecola se insere no grupo de menos de 0,5% das empresas brasileiras que alcançam essa maturidade (IBGE).

Ano
Mês

Nossos sites utilizam cookies para melhorar o desempenho e aprimorar a sua experiência de navegação. Também utilizamos cookies para fins de marketing para nos ajudar a personalizar melhor o conteúdo em várias plataformas.
Para maiores informações acesse política de cookies.  Declaro que li e aceito a política de cookies.